Kits para fazer Cerveja Artesanal: fazer cerveja é mais fácil do que você imagina

Fazer a sua própria cerveja pode ser mais que um hobby, pode se tornar um estilo de vida. O processo pode parecer uma misteriosa alquimia, mas na verdade é bem mais simples do que você imagina. Pra simplificar pra você de uma maneira ultra simplificada, fazer cerveja é um processo que consiste em ferver líquidos, mover líquidos de um recipiente para outro - sem derramar - manter equipamentos 100% higienizados, e esperar as leveduras fazerem sua magia. 

Fazer cerveja é um processo que consiste em ferver líquidos, mover líquidos de um recipiente para outro - sem derramar - manter equipamentos higienizados, e esperar as leveduras fazerem sua magia.

As maneiras de executar esse processo são infinitas e você pode contar coma ajuda de um curso que te ensina a fazer sua própria cerveja como o nosso bem sucedido Cerveja na Panela Bodebrown, entretanto, antes de começar o curso você certamente se pergunta: será que tenho todos os equipamentos pra fazer minha própria cerveja? Ou mais com mais frequência, o que tenho que comprar para poder fazer uma cervejinha legal, mas sem montar uma fábrica no quintal da minha casa.

 O jovem cervejeiro da foto despejou a mulher e vendeu os filhos para montar essa cervejaria da NASA no quintal. Hoje ele é um homem feliz porém sozinho. Não seja como ele. :D

O jovem cervejeiro da foto despejou a mulher e vendeu os filhos para montar essa cervejaria da NASA no quintal. Hoje ele é um homem feliz porém sozinho. Não seja como ele. :D

É aí que esse post entra pra te ajudar. Selecionamos aqui os equipamentos básicos para que você comece o seu hobby com sucesso. Essa lista é simplificada e no curso Cerveja na Panela Bodebrown você pode conhecer equipamentos mais avançados, mas garanto pra você: fazer cerveja não é difícil e com esses equipamentos você já pode começar a qualquer momento.

 Equipamentos assim são incríveis, mas desnecessários quando se está começando. Você pode mais, com menos.

Equipamentos assim são incríveis, mas desnecessários quando se está começando. Você pode mais, com menos.

Vou dividir os equipamentos em basicamente 3 grupos de maneira simples: aqueles usados na mostura, os usados na fermentação e aqueles usados no envase. Vale destacar que essa lista é básica e pode se sofisticar muito. Nossa intensão aqui não é descrever o melhor kit de equipamentos - que a gente vai abordar em um post futuro - mas sim, o mais simples, pra você começar já.

#1 A MOSTURA

    A mostura é a fase de cozimento dos maltes e lúpulos e nessa divisão também vou considerar equipamentos envolvidos na etapa da fervura - que são basicamente os mesmos.

Kits para fazer Cerveja Artesanal

PANELAS COM REGISTROS: Idealmente os kits mais profissionais usam 3 panelas de 30 litros para fazer cerveja, mas sabemos que com 2 panelas com registro você já consegue preparar a sua cerveja sem dificuldade. Os registros são importantes e servirão para que você transfira os líquidos entre os recipientes. “Mas precisa ser uma panela de 30 litros? Não posso fazer 5 litrinhos até que eu aprenda?” Confie em mim, o trabalho é o mesmo, e quando você acertar vai perceber que 30 litros duram muito mais do que 5. ;)

UM MOINHO PARA OS MALTES: A não ser que você compre maltas já moidos, você vai precisar de um moinho de rolo ou de manivela para expor o endosperma dos maltes selecionados na receita.

UM BOM FOGÃO: Um bom fogão não quer dizer aqueles bonitos que seu arquiteto adora. Um bom fogão quer dizer um fogão potente. Na etapa do cozimento dos ingredientes e da fervura, você vai precisar de calor ara respeitar os tempos e rampas de temperatura de cada receita a assim como uma fervura vigorosa para o seu mosto.

Kits para fazer Cerveja Artesanal

UM FUNDO FALSO OU BAZOOKA: Esse equipamento ajuda na etapa de filtragem e deve ser compatível com a sua panela. A bakooka é mais fácil de ser encontrada, mas nosso professor Samuel Cavalcanti da Bodebrown recomenda o uso do Fundo Falso devido a sua maior área de filtragem.

UM TERMÔMETRO: Não estou falando daqueles de medir febre e sim de um termômetro grande de material atóxico para ser colocado dentro da panela e te ajudar no controle das temperaturas.

PÁ CERVEJEIRA: Sua colher de pau não vai dar conta. Invista numa pá cervejeira que vai facilitar muito a sua lida com os panelões de 30 litros.

Kits para fazer Cerveja Artesanal

KIT DE IODO: Aqui me refiro a um frasco de Iodo de 30ml e uma placa com 3 cavidades para o seu teste de iodo. Esse teste é fundamental para que você confirme o final da sua mostura.

DENSÍMETRO DE MASSA ESPECÍFICA ESCALA 1000/1100: Importante equipamento para a medição da densidade da sua receita. Ele é usado para a medição de açúcar, através da densidade da mistura. Certifique-se que o mesmo venha regulado de fábrica para água a 20 graus Celsius. 

Kits para fazer Cerveja Artesanal

CHILLER SIMPLES DE METAL 21CM: Também conhecido como Trocador de Calor. Usado para resfriar o mosto com a passagem de água fria por dentro dos tubos. Ele deve ter um tamanho adequado ao volume de cerveja desejado. 

MANGUEIRAS DE SILICONE: Essas mangueiras serão conectadas às panelas para a transferência completa dos líquidos envolvidos no processo.

JARRA PLÁSTICA: Você vai usar ela pra tudo. Não comece sem ela.

#2 A FERMENTAÇÃO 

Nessa fase a mostura é colocada em contato com as leveduras para a fermentação e transformação do mosto em cerveja. Aqui o segredo é LIMPEZA. O processo deve ser 100% limpo e livre de contaminação. Higienização é boa parte do caminho para uma cerveja fermentar com sucesso. Essa etapa você consegue fazer com:

Kits para fazer Cerveja Artesanal

BALDE FERMENTADOR ou BOMBONA: É aqui que a cerveja descansa por semanas e onde as leveduras fazem a sua magia. Normalmente esse balde é plástico e deve possuir vedação total para evitar contaminantes.

AIRLOCK: Funcionam acoplados no fermentador e permitem que o CO2 produzido pela fermentação saia do fermentador, mas impede que o ar de fora entre e contamine a cerveja. 

BORRIFADOR E SANITIZANTE: Você vai passar ele em quase tudo. É o responsável pela sanitização dessa etapa fria do processo e por deixar tudo livre de contaminação. No curso de Cerveja na Panela Bodebrown usamos o PAC 200 em pó.

#3 O ENVASE

Depois de semanas fermentando, é hora de envasar a sua cerveja e para tal, seguem os cuidados com a sanitização. Os equipamentos básicos são os seguintes:

GARRAFAS: Há grande variedade nos tamanhos e estilos de garrafas. Certifique-se que o número de garrafas é suficiente para o tamanho da sua produção. 

ESCOVA PARA GARRAFA: Utilizada para higienização das garrafas. Certifique-se que o tamanho da escova seja compatível com o tamanho das garrafas escolhidas. 

Kits para fazer Cerveja Artesanal

SERINGA: Utilizada no envase, para adicionar açúcar diluído em água nas garrafas durante o primming.

MÁQUINA DE FECHAR GARRAFAS OU ARROLHADOR: Usado para colocar as tampinhas nas garrafas.

TAMPINHAS: São tampinhas ora bolas!


Com esses equipamentos em mãos você certamente conseguirá começar a fazer sua própria cerveja de forma simples. Muitas lojas vendem esses Kits para Cerveja Artesanal em pacotes fechados, o que facilita a compra e você encontra todos os equipamentos facilmente na Internet ou mesmo na loja da Bodebrown. 

E aí, se animou? Não são poucos equipamentos, as certamente a recompensa vale cada centavo investido. Mas não se esqueça que um guerreiro bem armado precisa saber usar suas armas e para isso nosso Curso de Cerveja na Panela Bodebrown é o companheiro ideal para te orientar nessa jornada.