Porque você precisa ser o Bartender da próxima festa.

O Bartender da proxima festa

O Masterchef está aí para provar o argumento que faremos agora: beber e comer todo mundo sabe, mas fazer bem feito é algo para poucos. Assim como a gastronomia tem evoluído, a coquetelaria já está bem difundida a ponto de a maioria das pessoas terem a habilidade de diferenciar uma Margarita de um Mojito e um Dry Martini de um Manhattan (talvez). Mesmo assim, ainda há muito para evoluir e achamos que cada um deve fazer a sua parte aqui para levar coquetéis que se preze e tornar esse mundo um lugar melhor.

Mas antes de começar, vamos medir se você é um Bartender de verdade e domina o mais clássico dos coquetéis brasileiros. No link aqui embaixo separamos uma videoaula GRÁTIS que ensina COMO FAZER A CAIPIRINHA PERFEITA. Será que a sua caipira é das boas? Confira clicando no Banner ou aqui.

• É mais barato e divertido - seja para um churrasco num domingo qualquer, festa de aniversário ou celebrações de fim de ano, encarnar o bartender e servir coquetéis para os convidados com certeza será um diferencial do evento. Muito mais do que apenas abrir latinhas de cerveja gelada (que a gente também gosta), servir dois ou três tipos diferentes de drinks mostra que além de cuidado, você se preocupa em receber bem os convidados. E depois da terceira rodada as piadas estarão muito mais engraçadas, pode confiar.   

 Ser o Bartender da festa só tem vantagens ;)

Ser o Bartender da festa só tem vantagens ;)

• Você, no centro as atenções - esta pode até não ser a sua intenção principal, mas, caro amigo, é o que vai acontecer. Então, aproveite a oportunidade e mostre suas habilidades adquiridas com estudo e dedicação, pois este é o momento. E mesmo depois de sair do bar e deixar o papel de bartender da festa, você terá mil motivos e novos assuntos que vão repercutir durante a noite (e nos grupos de WhatsApp, então capriche no sorriso e no visual do coquetel). 

• Aprenda a equilibrar as coisas - se na vida não dá para fazer omelete sem antes quebrar os ovos, o mesmo vale para os limões e seu coquetel. De acordo com especialistas, a melhor maneira de aprender a fazer um coquetel é fazendo limonada, pois a ideia é que você entenda a relação entre forte e fraco, doce e azedo e como eles funcionam juntos. Nesse caso, o forte é o álcoo usado, seja vodka, rum ou gim, e o fraco se refere às bebidas mais fracas, como licores, por exemplo. O item doce seria o açúcar e os xaropes e o azedo fica por conta das frutas cítricas. 

Ao fazer a limonada base para o seu drink, você tem uma base melhor para equilibrar os próximos ingredientes e controlar como será o resultado. Uma boa dica pra vida, não acha?

Na prática - para testar tudo isso, a sugestão é começar com um coquetel que supreende pelo nome e pelo sabor. Pois um bartender que se preze vai muito além da caipirinha, certo?

 O saboroso Dark'n Stormy

O saboroso Dark'n Stormy

Dark and stormy

• Gelo

• 50ml de rum negro

• 25ml de suco de lima ou limão

• Cerveja ou refrigerante de gengibre

• Sirva em copo alto

Coloque o rum e o suco de limão no copo, em seguida, coloque os cubos de gelo. Preencha o copo com a cerveja ou com o refrigerante e passe o limão de leve na borda do copo. Se você tiver uma colher longa ou algo parecido, gire os cubos de gelo dentro do copo para deixar o coquetel homogêneo. Pronto, simples e saboroso. Um Buck clássico que deve estar a disposição no cardápio de todo bartender que se preze.